fbpx

Novidades

Elite entrevista Flavio Sarahyba

Destaques / Homepage / Música / NightLife / Todos / 11/03/2020

Destaque como empresário de entretenimento, Flavio Sarahyba nos contou sobre sua visão da área no Brasil para os próximos anos

“Comecei a minha carreira na advocacia. Mas logo percebi nos escritórios por onde passei que meu sonho era ser dono do meu próprio negócio. Foi quando apareceu a primeira oportunidade. Juntamos uma turma jovem e criamos a NOO em sociedade com a área de private equity do grupo Opportunity. A empresa é uma produtora de conteúdo jovem. Além disso, começamos a produzir eventos, trabalhar marcas e fazer conteúdo audio visual. Depois disso, vendi minha participação para o fundo e montei meus próprios negócios: produtora de filmes; imobiliária especializada em locação de temporada; eventos proprietários; boteco Boa Praça e investimentos em cinema. É bastante coisa né? rs Mesmo com tudo isso me esforço bastante para manter minha rotina de treinos todos os dias. Corrida, bike nas paineiras, natação no mar, kite surf, trilhas… sou louco por esportes, viagens e o Rio de Janeiro. Difícil fazer essa minibio com tanta coisa, mas acho que mostra um pouco do que sou, uma pessoa proativa e motivado para realizar projetos e curtir a vida com qualidade.”

– Como iniciou sua relação com Victor Oliva, e quais projetos desenvolveram em conjunto?
FS: Nosso grande projeto sem dúvida é o Camarote N1. Eu e Álvaro fomos convidados para desenhar um novo modelo de camarote ao lado do Banco de Eventos. Na verdade, o desafio sempre foi evoluir, então juntamos o knowhow da indústria do entretenimento com a de Live Marketing, transformando o antigo camarote da Brahma em um novo espaço para os convidados e marcas. O resultado é espetacular, pois temos diversos patrocinadores interagindo e ativando as suas marcas/produtos para um público super qualificado.

– Na sua visão qual o futuro do entretenimento no Brasil?
FS: Eu sou empresário da indústria. Sempre vou acreditar no Brasil e, principalmente, na capacidade de realização dos empresários. Mas claro que precisamos de um ambiente menos hostil para empreender. Isso significa regras mais claras, menos burocracia e fim da corrupção. O Brasil é uma potência, mas precisamos de gestores competentes que criem ambientes mais favoráveis para os empresários. Por outro lado, o brasileiro tem uma força diferente. Lembro quando começamos a discutir o projeto do Boa Praça no Rio de Janeiro. Nele, constava a revitalização de uma grande área abandonada no Leblon há mais de uma década. Todos achavam uma loucura investir tanto dinheiro num momento em que a cidade atravessava uma das maiores crises da história. Hoje, estamos aí, prestes a fazer um ano de aniversário e, mais do que o sucesso do bar, veio a revitalização do Leblon e o novo movimento na cidade, transformando a Praça Cazuza no novo lugar de encontro e azaração.

– Quais perspectivas, além do Camarote N1 que se tornou sócio, para os outros eventos que produz? O que o público espera?
FS: Eu cheguei a fazer 3 réveillons no mesmo ano (Rio, Angra e Buzios). Daí, ano passado eu fiz uma arrumação na empresa para ficar apenas com as coisas que realmente acreditava. O N1 é isso, e a festa do Circo também! São eventos com música boa, estrutura e produção impecável e público qualificado. O que o público deve esperar? Que sempre que estiver envolvido em algum projeto, ele será mais que um evento, mas sim um movimento de pessoas interessantes. Acho que hoje esse é nosso principal diferencial, experiência e público.

– Quais serão as novidades  nos próximos eventos de Carnaval?
FS: Eu acho que uma das coisas mais legais que somos capazes de fazer é a questão artística e público. Esse ano foi espetacular trazer o Seu Jorge pra Sapucaí. Também trouxemos pela primeira vez ao Brasil o duo de DJs do Birds of Mind, depois de uma temporada incrível pela Europa. Além disso e não menos importante são nossos amigos de fora do país que estão cada vez mais presentes em nossos eventos ajudando a levar nossa mensagem de fun and entertainment mundo a fora.

– Conte um pouco sobre seus projetos e iniciativas para os próximos anos?
FS: Eu estou bastante empenhado em fazer a expansão do Boa Praça pelo Brasil. Minha meta é abrir pelo menos mais 2 casas em 2020 no Rio de janeiro e entrar em outras localidades como BH, Salvador e Fortaleza. Fora isso, vem um novo réveillon por aí… 🙂


Tags:, ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Espaço multiuso de arte e cultura inaugura com festa no Jardim Paulistano

Próximo Post

Explorando os melhores fabricantes de vinho do mundo no CUT at 45 Park Lane





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Espaço multiuso de arte e cultura inaugura com festa no Jardim Paulistano

Fashionistas, empresários, artistas, designers passaram pelo casarão com ateliê, estúdio artístico, loja e ampla área...

11/03/2020