fbpx

Novidades

Honda Biz 110i 2020: porta de entrada do mundo Biz

Automobilismo / Destaques / Homepage / Todos / 08/10/2019

Nova versão mantém inalteradas as características de segurança, praticidade e economia, que fazem do modelo a mais acessível motoneta desta família de sucesso

Conciliando grande robustez a baixo custo de aquisição e utilização, a Honda Biz 110i é a escolha preferencial de quem quer entrar no “mundo Biz”. Com um investimento mínimo, quem opta pela Biz 110i leva para seu dia-a-dia um modelo que incorpora todas as características que tornaram tal família um sucesso no Brasil desde seu lançamento, em 1998. Qualidades não faltam à Honda Biz, mas um destaque é certamente a praticidade do modelo, capaz de somar a facilidade de pilotagem – exaltada pelo câmbio semiautomático – ao amplo compartimento sob o assento, onde o capacete, compras do dia-a-dia, bolsa ou mochila encontram abrigo seguro e fácil; basta atuar na própria chave de contato para comandar a abertura do compartimento. Sem exigir o uso de uma alavanca de embreagem para trocar a marcha e projetada para ter uma ergonomia adequada à pessoas de menor estatura, mas sem que isso prejudique a pilotagem pelas mais altas, a Honda Biz 110i pode ser considerada o veículo ideal para toda a família. A segurança do modelo é outro ponto de destaque: equipada com o CBS – Combined Brake System –, dispositivo que distribui a força de frenagem em ambas as rodas, a Biz 110i é capaz de frear em espaços 15% menores do que modelo equivalente sem o CBS.

Economia e baixo custo de manutenção
O moderno motor monocilíndrico arrefecido a ar é o ponto central da economia da motoneta de entrada da Honda. Alimentado pelo sistema de injeção eletrônica PGM-FI, que dispensa manutenção frequente, tal motor permite médias de consumo de gasolina mínimas, o que faz da Biz 110i um dos mais econômicos veículos da atualidade. O tanque de 5,1 litros de capacidade garante grande autonomia, eliminando a necessidade de reabastecimentos frequentes.

Outro aspecto a destacar é a robustez do motor OHC, cuja potência máxima de 8,33 cv associada ao torque máximo de 0,89 kgf.m proporcionam à Biz 110i performance adequada, tendo em vista inclusive o baixo peso a seco do modelo, apenas 97 kg. A partida elétrica é outro fator que facilita a utilização da Biz 110i assim como o já mencionado câmbio semiautomático de quatro marchas e as sempre úteis tomadas 12V.

A proteção contra as intempéries garantida pelo escudo frontal representa outro fator de atratividade, além da possibilidade de transportar bolsas e sacolas utilizando o prático o gancho situado atrás do escudo. Disponível em toda rede de concessionários Honda até o final de outubro, a Honda Biz 110i tem 3 anos de garantia sem limite de quilometragem, mais sete trocas de óleo gratuitas e será oferecida nas cores Vermelho Perolizado, Branco e Cinza Metálico. O preço público sugerido é de R$ 8.150,00, com base no Estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 24 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,8 milhão de veículos. A segunda planta de automóveis da marca, construída na cidade de Itirapina (SP), concentrará, a partir de 2021, toda produção dos modelos locais, enquanto a unidade de Sumaré se consolidará como centro de produção de motores e componentes, desenvolvimento de automóveis, estratégia e gestão dos negócios do grupo Honda. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1.300 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. Saiba mais em www.honda.com.br ewww.facebook.com/HondaBR


Tags:



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Black Eyed Peas na Sutton São Paulo

Próximo Post

Cruzeiro no Reno para brasileiros 50+





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Black Eyed Peas na Sutton São Paulo

O grupo Black Eyed Peas decidiu aproveitar a noite de sexta, 4 de outubro, na Sutton São Paulo. Will. I. Am deu canja cantando...

08/10/2019