fbpx

Novidades

MMV Importadora adapta vendas de vinhos para e-commerce devido a pandemia do Coronavírus

Destaques / Gastronomia / Homepage / Todos / 09/04/2020

Comércio eletrônico torna-se a melhor alternativa para que as vendas não parem nas distribuidoras de bebidas

 

MMV aposta no e-commerce para vender vinhos

Com o isolamento social provocado pelo Coronavírus, a prática do comércio online tem crescido em todo o Brasil e se tornado uma opção para as empresas manterem suas atividades durante a pandemia. No setor de bebidas, isso não é diferente. A MMV, importadora de vinhos com sede em Curitiba (PR), está implementando novas medidas, através de um novo e-commerce, para garantir que os negócios continuem funcionando. Afetada pelo fechamento de restaurantes e demais estabelecimentos gastronômicos pelo país, a empresa agora aposta no e-commerce para impulsionar as vendas.

Para isso, reorganizou a equipe e antecipou o lançamento de sua loja online, que até então estava programada para ser colocada em prática somente no ano que vem.

“A maior parte dos nossos clientes são restaurantes e como eles estão fechados, fomos afetados diretamente. Fechamos março com uma taxa de faturamento 90% inferior à média esperada. Por conta disso, resolvemos adiantar nossa entrada no comércio online, prevista inicialmente para o primeiro semestre de 2021”, destaca Jonas Martins, gerente comercial da MMV.

Jonas conta que a MMV atende originalmente adegas, lojas, restaurantes e hotéis, com sua equipe visitando e inserindo os produtos em cartas de vinhos destes locais, e que esta prática continuará. Já o e-commerce será destinado ao público final.

“Com a loja online, nosso objetivo é atingir o público final que não tem acesso a lojas e restaurantes. Não seremos concorrentes dos nossos clientes, mas queremos gerar mais negócios a eles evidenciando ainda mais os nossos produtos”, enfatiza o gerente comercial..

A MMV Importadora com o e-commerce, atende todo o Brasil e como a distribuição dos vinhos para o consumidor final já estava prevista em seu planejamento, a adaptação da logística será simples, como prevê Jonas Martins: “Atendemos demandas de todo o Brasil, e com o e-commerce não será diferente. Temos o estoque em Curitiba embalado adequadamente para distribuição, trabalho que já fazemos há 15 anos. Para a região de Curitiba utilizaremos transportadores parceiras e para o restante do Brasil vamos iniciar uma parceria com o Correios. Um site é uma nova empresa, os próximos meses serão de aprendizado, novas contratações e muito desenvolvimento”.

O e-commerce já estava em plena expansão no Brasil. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a previsão para 2020 era de um faturamento na ordem de R$ 106 bilhões, 18% a mais que 2019, com uma média de 342 milhões de pedidos de quase 68 milhões de consumidores. Mas, todos esses números foram previstos antes do Coronavírus.

A estimativa é que em 12 meses a MMV possa contar com 50% de suas vendas vindas do universo online.

O site da loja virtual da MMV é: https://www.mmvinhos.shop/


Tags:, ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Turismo de Itaipu se prepara para reabertura da visitação pós-quarentena

Próximo Post

Personal shopper, Melissa Biscoto, oferece consultoria e compras à distancia direto dos EUA





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Turismo de Itaipu se prepara para reabertura da visitação pós-quarentena

Previsão é que isso ocorra depois da Semana Santa, mas atrativos só serão reabertos ao público depois de uma nova avaliação...

09/04/2020