fbpx

Novidades

O melhor charuto é sempre o próximo – Por Priscila Roschel

Destaques / Homepage / LifeStyle / Todos / 06/08/2019

O melhor charuto é sempre o próximo

Por Priscila Roschel

É com muita alegria que escrevo minha primeira coluna aqui, sentada em uma confortável poltrona de couro, degustando um dos meus charutos preferidos – Hoyo de Monterrey Epicure N.2 – em um Clube de Charutos no coração dos Jardins, em São Paulo.

Ainda mais elegante e prazeroso entre as mulheres na atualidade, proporcionando ainda mais o crescimento desse mercado, o charuto ainda é desfrutado em sua maioria pelo público masculino. Sinto-me privilegiada em fazer parte desse crescimento não apenas como apreciadora, mas como profissional especialista na área de charutos e experiências sensoriais.

Ah, o charuto. Com sua imponência, história, sabores e aromas, é um hábito social que atravessa os séculos: valoriza relações de amizades, negócios ou simplesmente, uma pausa no dia a dia para relaxar e transformar cada momento em uma experiência única.

Viva los índios Tainos!
Iniciando com uma homenagem aos índios Tainos, que de acordo com os registros históricos, foram primeiramente surpreendidos pelos espanhóis Rodrigo de Jerez e Luis de Torres – os dois primeiros tripulantes a descer da expedição de Cristóvão Colombo em 1492 pensando em atracar na China e que na verdade era a América Central, hoje ilha de Cuba. Eles se depararam com alguns membros da tribo fumando o que hoje é conhecido como tabaco, de forma diferente e para diversos fins: cura, rituais religiosos e relaxamento. Em formato de folhas secas e enroladas misturadas com outras ervas onde queimavam a ponta, picados e postos em tubos de madeira em formato de Y onde inalavam a fumaça pelo nariz em suas extremidades. Relaxamento, motivo principal pelo qual as pessoas degustam charutos hoje.

Sobre Priscila Roschel
Cigar Sommelier formada pela IACS (International Association of Cigar Sommelier) e sócia-produtora de eventos no Espaço Quai D’Orsay Tabacaria | Bar | Café – Rua Haddock Lobo, 932 – Jardins – São Paulo

Contato
Instagram @priscila.roschel @espacoquaidorsay

Créditos fotógrafa: Meire Felipe


Tags:, , ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Lethicia Bronstein aposta em nova fase e celebra momento com coleção no estilo Folk Chic

Próximo Post

Freixenet sugere opções de Cavas para celebrar o Dia dos Pais





Você também pode gostar de



1 Comentário

em 06/08/2019

Priscila é sempre um charme.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Lethicia Bronstein aposta em nova fase e celebra momento com coleção no estilo Folk Chic

Depois de mais de dez anos no mercado, a marca passa por um período de abertura de novas frentes como a abertura do atacado Lethicia...

06/08/2019